31.3.17

Racconti Imperfetti

Um excerto do meu conto, «Ars Amatoria», na língua de Dante.


«Tutto cominciò la domenica di Pentecoste del 1786, verso le tre, quando orde di topi invasero le case, le soffitte, i fienili e i giardini della cittadina, scendendo per le strade e i vicoli alluvionati, venuti, probabilmente, dalle campagne circostanti o dall’inferno; una cosa mai vista prima: quella caterva si presentava alquanto funesta, allo stesso modo delle piaghe d’Egitto. La cittadina di Batalha, addobbata per i ministeri religiosi, si ritrovò improvvisamente nel trambusto e tutta la popolazione uscì in piazza, mostrando scapolari, santini e oggetti benedetti, per invocare tutti i santi che avessero un disegno in particolare sugli strani intenti che comandavano in quel modo la furia di quei roditori; altri, più devoti e ferventi, si inginocchiavano, salmodiando responsi e recitando litanie e invocazioni, perché liberassero i fedeli da quel cataclisma che tanto li terrorizzava. Gli almanacchi predicevano abbondanza e fertilità media per i campi, eppure ciò non giustificava un’apocalisse di quelle proporzioni, che ricopriva le strade di malinconia e devastava tutto. Sembrava non ci fosse salvezza possibile e tutti temevano il peggio.»

Paulo Moreiras, «Ars Amatoria»
in Racconti imperfetti (2017)
[trad. di Chiara Lazzaretti]

Mais informações aqui.

Recordar os Esquecidos

No passado sábado, estes foram os livros que escolhi: «O Estudante de Coimbra», Guilherme Centazzi; «Os Mistérios do Abade de Priscos», Fortunato da Câmara; «Histórias de Lana-Caprina», Bento da Cruz; «O Piolho Viajante», António Manuel Policarpo da Silva; «Vida e Obras de Dom Gibão», João Palma-Ferreira. Uma escolha com uma carga afectiva muito forte, pois cada um destes livros, à sua maneira, foi importante, se não mesmo crucial, para o meu percurso. Obrigado, pois, ao João Morales, pela oportunidade que me deu para falar neles. Um bem-haja também para todos os presentes.


«O Estudante de Coimbra», Guilherme Centazzi
Edição original: 1840 e 1841
Edição recente: 2012


«Os Mistérios do Abade de Priscos E outras 80 histórias
curiosas e deliciosas da gastronomia», Fortunato da Câmara
Edição: 2013
Gourmand Awards Winners 2014 Cookbook: Best Food Literature Book


«Histórias de Lana-Caprina», Bento da Cruz
Edição: 1997


«O Piolho Viajante», António Manuel Policarpo da Silva
Edição: 1802


«Vida e Obras de Dom Gibão», João Palma-Ferreira
Edição: 1987

19.12.16

Ponte Escrita - I Encontro Luso-Galaico de Escritores


«As confissões de mestre Roupinho» é o título do meu conto que faz parte do livro «Km 0», resultado do Ponte Escrita - I Encontro Luso-Galaico de Escritores, que se realizou em Chaves. Vários escritores, vários olhares, vários contos sobre uma mesma cidade. A primeira apresentação do «Km 0» acontece no próximo dia 30 de Dezembro, pelas 18h00, na Biblioteca Municipal de Chaves.

19.11.16

Convite - Sozinho na Multidão


Sozinho na Multidão - Contos sobre solidão




Organização: José Fanha

Ana Maria Machado | Ana Nobre de Gusmão | Fernando Pinto do Amaral | João de Melo | José Fanha | José Luís Mendonça | Margarida Fonseca Santos | Miguel Real | Patrícia Portela | Paulo Moreiras | Sérgio Luís de Carvalho | Sílvia Alves

SINOPSE
Solidão. É este o tema de que nos fala a segunda coletânea de contos inéditos apresentado pela IN Edições. Um tema intemporal que assola a sociedade de hoje e que, de alguma forma, nos afeta a todos direta ou indiretamente. Neste livro reunimos 12 textos de alguns dos mais notáveis autores lusófonos contemporâneos, numa obra de ternura e compaixão que vai de certeza tocar o seu coração.

8.6.16

Praça das Letras junta escritores e leitores em Pombal


No próximo dia 25 de Junho, sábado, Pombal acolhe a «Praça das Letras – a literatura ao encontro dos leitores», um evento literário que visa promover um convívio informal entre escritores e leitores, numa organização do Teatro Amador de Pombal, no âmbito do seu 40.º aniversário.

Do programa fazem parte sessões de autógrafos com cerca de 14 escritores presentes, com destaque para os autores distinguidos com o Prémio LeYa, João Ricardo Pedro (2011) e António Tavares (2015), assim como tertúlias, teatro e um concerto de música ao vivo, que se realizam na Praça Faria da Gama, também conhecida como Praça das Galinhas, junto ao edifício da Junta de Freguesia, na zona histórica de Pombal.

Pelas 17h00, ficaremos a conhecer a reinvenção das revistas culturais pela voz de João Pombeiro, fundador da CABIDE, a primeira revista ao vivo em Portugal, e de Ricardo Graça, um dos fundadores da revista Preguiça Magazine.

Pelas 19h00, Joaquim Ruivo, director do Mosteiro da Batalha, um dos monumentos históricos mais visitados em Portugal, fará a apresentação da antologia «Contos Imperfeitos», juntamente com Paulo Kellerman e João Paulo Silva, coordenadores da edição, que reune contos de vinte escritores que escreveram sobre aquele monumento.

Ainda na noite de sábado, pelas 20h00, durante o jantar na Leitaria da Praça, os escritores presentes lêem excertos das suas obras num ambiente informal, de convívio, partilha e de boa disposição.

Logo após o jantar, pelas 22h00, o Meio Caminho Teatro apresenta o espectáculo «Letra 3», um jogo de cruzamento da palavra pelos espaços da Praça das Letras, percorrendo diferentes autores de teatro e não só, descobrindo diferentes espaços internos, onde as ideias e as emoções ultrapassam o número de letras que as compõem.

Pelas 23h00, realiza-se um concerto ao vivo com Rapaz Improvisado e a participação especial de Miss Cat, para fechar a Praça das Letras com chave de ouro e poéticas sonoridades.

Estão assim reunidos vários ingredientes para um dia dedicado às artes e ao convívio entre amadores de literatura. Se tudo correr bem, para o ano há mais.

Convidados
António Breda Carvalho | António Canteiro | António Tavares | Carlos Campaniço | Fausta Cardoso Pereira | João Paulo Silva | João Pombeiro | João Rebocho Pais | João Ricardo Pedro | Joaquim Ruivo | Margarida Cardoso | Mário Silva Carvalho | Meio Caminho Teatro | Miss Cat | Nelson Pedrosa | Paulo Kellerman | Paulo Moreiras | Rapaz Improvisado | Ricardo Graça | Silvério Manata

Programa
15h00 - Sessão de autógrafos: Carlos Campaniço | João Rebocho Pais | Paulo Moreiras

16h00 - Sessão de autógrafos: António Tavares | Fausta Cardoso Pereira | João Ricardo Pedro

17h00 - Tertúlia: A reinvenção das revistas culturais
João Pombeiro (CABIDE – a revista ao vivo) | Ricardo Graça (Preguiça Magazine)

18h00 - Sessão de autógrafos: António Breda Carvalho | António Canteiro | Nelson Pedrosa | Margarida Cardoso | Mário Silva Carvalho | Silvério Manata

19h00 - Apresentação: Contos Imperfeitos (antologia de contos sobre o Mosteiro da Batalha)
Joaquim Ruivo | Paulo Kellerman | João Paulo Silva

20h00 - Jantar com Leituras Públicas
Vários autores lêem excertos das suas obras na Leitaria da Praça

22h00 - Teatro: Letra 3, Meio Caminho Teatro

23h00 - Concerto ao ar livre: Rapaz Improvisado, com a participação especial de Miss Cat

A «Praça das Letras – a literatura ao encontro dos leitores» é uma organização do Teatro Amador de Pombal que conta com a parceria do Município de Pombal e da Junta de Freguesia de Pombal, e o apoio da Livraria Soares, Leitaria da Praça e Preceram.

Pão & Vinho em Trancoso


No próximo dia 11, sábado, regressarei a Trancoso, juntamente com o Fuas Bragatela que, neste regresso a casa, leva «Pão & Vinho» na albarda. Tudo a propósito do 36.º aniversário da Associação Cultural e Recreativa de Trancoso.

21.4.16

Memórias de uma Ponte Escrita

Ainda a rememorar alguns episódios da passagem pela Ponte Escrita, em Chaves.

Uma conversa com os alunos da Escola Profissional de Chaves sobre as artes culinárias e literárias.

A Ponte Escrita dos autores e seus livros também se fez nos escaparates das lojas, aqui numa espécie de bric-a-brac, qual caverna de Aladino, onte tudo se encontra, até um romance.

A Rua dos Gatos, que me calhou em sortes ser o local do meu conto a trabalhar.

Uma conversa com outros autores, num espaço fenomenal: a Ilha do Cavaleiro.

Por fim, um encontro fantástico com um grupo de professoras e leitoras, que comigo partilharam a mesa na Adega do Faustino e descobriram uma autor com nome de aldeia flaviense, aqui em jeito de despedida e com votos de muitas leituras.

Uma Ponte Escrita que também foi uma Ponte de Afectos, Memórias e Partilhas. Até breve, Chaves.

11.4.16

Ponte Escrita - 1º Encontro de Escritores Luso-Galaico


Nos próximos dias 15, 16 e 17 de Abril irei participar no «Ponte Escrita - 1º Encontro de Escritores Luso-Galaico», que se realiza em Chaves. Além de promover um encontro entre escritores portugueses e galegos, este evento foi um dos projectos vencedores do Orçamento Participativo do Município de Chaves em 2015. 

Na sexta-feira, os escritores irão visitar as diversas escolas do concelho e à noite, pelas 20h00, participam num jantar e serão cultural na Adega do Faustino, aberto ao público através de inscrição.

No sábado, realiza-se uma visita guiada pela cidade de Chaves com o objectivo de os escritores conhecerem melhor a cidade e assim terem inspiração para depois desenvolverem um conto que será uma espécie de roteiro literário sobre Chaves.

O ilustrador Richard Câmara fará um diário gráfico de todo o encontro.

Escritores convidados: Anton Cortizas Amado, Cristina Carvalho, Elena Gallego Abad, Francisco José Viegas, Herculano Pombo, Inma López, João Madureira, José Carlos Barros, Tiago Salazar, José Fanha, Manuel Araújo, Nuno Camarneiro, Olinda Beja, Paulo Moreiras, Rita Taborda Duarte, Richard Câmara e Rui Vieira.

Programa
15 de Abril (sexta-feira)
10h00 - 15h00 - Encontro de escritores com os professores e alunos das escolas da cidade
16h30 - «Ponte Descrita» Workshop de desenho em diário gráfico com Richard Câmara, na Biblioteca Municipal
17h00 - Recepção dos escritores pelo Presidente da Câmara e Alcalde de Verín;
20h00 - Jantar e serão cultural com os escritores e população, no Restaurante Adega Faustino (inscrições no local)

16 de Abril (sábado)
09h00 - «Ponte Descrita» Workshop de desenho em diário gráfico com Richard Câmara, na Biblioteca Municipa
09h15 - Visita Guiada
21h00 - «Impressões de uma Cidade», Conversas com moderação de João Morales, no Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso

17 de Abril (domingo)
10h00 - Visita ao Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso e sede da Eurocidade Chaves-Verín
13h00 - Almoço de encerramento